NOTÍCIAS

Confira as principais matérias do setor e fique por dentro!

Pandemia no Brasil – Número efetivo de reprodução do novo coronavírus em queda

Pandemia no Brasil – Número efetivo de reprodução do novo coronavírus em queda

Dado foi divulgado pela ferramenta COVID-19 Analytics, da PUC-Rio

Uma análise realizada pela ferramenta COVID-19 Analytics, iniciativa da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), aponta que o número efetivo de reprodução do novo coronavírus no Brasil caiu de 1,59 para 1,11 entre 14 e 17 de junho. O número de reprodução estipula para quantas pessoas, em média, um indivíduo infectado transmite a doença.

Segundo o relatório, Amazonas e Acre estão há mais de 13 dias com a taxa de reprodução inferior a 1. Além disso, Roraima, Pará, Maranhão e Tocantins mantém a taxa de reprodução inferior a 1 há cerca de oito dias. Isso significa que, nesses estados, a taxa média de crescimento prevista para novos casos nas próximas duas semanas é de 1,75%.

Tendo como base o Amazonas, que é apontado pelo aplicativo da PUC-Rio como uma boa referência de queda no número de infectados, outra notícia soa positiva. O Hospital 28 de Agosto, em Manaus, capital amazonense, que chegou a ter 100% dos leitos ocupados com pacientes com COVID-19, apresentou queda considerável no número de internados com infecção causada pelo novo coronavírus segundo informações publicadas pelo G1. A instituição inclusive já liberou uma Unidade de Terapia Intensiva com 40 leitos que, até então, estava destinada exclusivamente para os atendimentos relacionados à pandemia.

Falando em número de óbitos, o relatório da PUC-Rio aponta que desde 14 de junho a taxa de mortalidade se manteve estável em 4,9% com previsão de queda para 4,13% até o dia 2 de julho. Segundo divulgado pela plataforma, a curva de mortes acumuladas vem perdendo força e mantém uma característica de crescimento linear. A curva de novas mortes também apresenta tendência de redução e a previsão é de que caia de 1.238 mortes ao dia para 842 nas próximas semanas.

Falando em número de recuperados, o Ministério da Saúde divulgou que o número de pacientes curados do novo coronavírus é 7,5% maior do que os casos ativos no Brasil. Segundo dados atualizados até 18 de junho e compartilhados pela pasta, são 482.102 pessoas curadas da doença e 448.292 casos ativos.

Noticias Relacionadas