NOTÍCIAS

Confira as principais matérias do setor e fique por dentro!

Soluções inovadoras para facilitar o diagnóstico clínico

Soluções inovadoras para facilitar o diagnóstico clínico

Empresa pioneira no desenvolvimento de testes rápidos no Brasil, WAMA Diagnóstica prepara novidades para atrair visitantes ao seu estande na Medical Fair Brasil 2020

Exames realizados próximo ao paciente, os chamados Testes Laboratoriais Portáteis (TLPs) – do inglês Point-of-Care Testing (POCT), já são uma realidade. Os TLPs são definidos como exames que podem ser executados fora do espaço físico de um laboratório. Uma vez que não necessitam de transporte ao laboratório, proporcionam rapidez, agilizando a abordagem ao paciente bem como possibilitando intervenções imediatas em situações em que há risco de morte.

Consolidada há quase 30 anos no mercado, a WAMA Diagnóstica é fabricante de kits diagnósticos para utilização em laboratórios clínicos. Sua história é marcada pelo pioneiro desenvolvimento no Brasil dos TLPs, conhecidos popularmente como testes rápidos. É a única empresa brasileira - e uma das poucas latino-americanas - na fabricação das tiras de urina, utilizadas para pesquisa de elementos anormais. A empresa se prepara para participar da Medical Fair Brasil (MFB) 2020, a edição brasileira da MEDICA, maior feira da saúde mundial, de 5 a 8 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo.

“Na MFB 2020, estaremos fazendo a ampliação de nossa linha de testes rápidos quantitativos por fluorescência, com o lançamento de dois novos testes, o HCG e o pro-BNP. Além desses, lançaremos um teste inovador para o diagnóstico de portadores de hemoglobinas variantes S (anemia falciforme) e C. Trata-se de um teste imunocromatográfico que permite a identificação de portadores de hemoglobinas AA, AS, SS, AC, SC e CC”, revela o fundador da WAMA Diagnóstica, Wagner Maricondi.

Em 2015, a WAMA Diagnóstica instalou uma planta para pesquisa e desenvolvimento de inovação na cidade de Monthey, no cantão do Valais, na Suíça, junto a Fundação The Ark, onde há uma unidade tecnológica dedicada a ciências da vida, suportando companhias no campo da biotecnologia e da medicina regenerativa. Lá estão sendo desenvolvidos produtos inovadores, com uso de tecnologia de ponta, para o diagnóstico laboratorial.

A escolha da Suíça para a instalação da empresa, além de sua posição geográfica, localizada no coração da Europa, foi a oportunidade de acesso a recursos de classe mundial em termos de pesquisas biológicas, sendo o local ideal para companhias envolvidas em tecnologia médica graças à disponibilidade de profissionais multilíngues e altamente qualificados, além de promover ativamente a tecnologia e a transferência de know-how.

A empresa tem várias linhas de produtos para diagnóstico laboratorial, como testes para HIV, Hepatite B, Hepatite C, sífilis, doença de Chagas, Dengue, Chikungunya, Zika, sangue oculto, e uma planta para fabricação de equipamentos para uso com seus reagentes. É certificada nas normas ISO 9001:2008 e ISO 13485:2003 (gestão da qualidade para dispositivos médicos) e também em Boas Práticas de Fabricação (BPF) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a fabricação de reagentes e de instrumentos médicos. Tem também marcação CE, ou seja, seus produtos estão em conformidade com as exigências da União Europeia, podendo ser comercializados naquele continente.

O padrão de qualidade empregado pela empresa permitiu a distribuição de seus produtos em todo o território nacional e América do Sul, além da expansão de sua participação em feiras e congressos internacionais.

“Durante vários anos a WAMA Diagnóstica foi participante da feira MEDICA na Alemanha, na cidade de Dülsseldorf. Consideramos que essa feira permite grande visibilidade aos participantes. Os visitantes são de muitos países e, uma vez instalada na cidade de São Paulo, acreditamos que teremos muitas visitas de empresas e profissionais da área da América Latina, além dos visitantes brasileiros”, diz Maricondi sobre a expectativa pela edição brasileira da MEDICA.

A WAMA Diagnóstica tem como foco para as suas exportações países da América Latina. Já exportando para Paraguai, Uruguai, Chile, Peru, Bolívia e Venezuela, mas a empresa deseja ampliar seus representantes buscando a cobertura de todos os territórios latino-americanos. Além disso, a WAMA também exporta para Egito, África do Sul, Espanha e Emirados Árabes.

“Temos focado bastante nossos produtos na área de Point-of-Care Testing, mas além desses, temos diversificado nossa área de desenvolvimento para outros produtos que atendam às necessidades do diagnóstico clínico laboratorial”, garante seu fundador.

A rede distribuição da WAMA é representada por quase 60 empresas cobrindo a totalidade dos estados brasileiros e alguns países da América Latina. Segundo Maricondi, não há preferência por visitantes ou estados em seu estande na MFB. O mais importante é a visitação, em especial de usuários de produtos da companhia. “Este é o nosso objetivo em participar da MFB, o de estarmos próximos de nossos representantes e usuários, apresentando nosso portfólio de produtos e os próximos lançamentos previstos”, destaca Maricondi.

Noticias Relacionadas